Equipe técnica: 5 dicas para planejar corretamente roteiros e atendimentos

O planejamento de roteiros da equipe técnica é essencial para conseguir obter mais organização e maior produtividade dos colaboradores no atendimento das ordens de serviço. Além disso, esse planejamento ajuda a obter maior controle sobre os custos operacionais e até mesmo redução nos gastos com combustível.

Porém, alguns gestores ainda têm algumas dúvidas a respeito de como esse planejamento pode ser feito. Pensando nisso, resolvemos oferecer algumas dicas para que as rotas sejam planejadas de forma mais eficaz. Confira:

 

1 – Dimensionamento da equipe técnica

É preciso avaliar quantos colaboradores e veículos estão disponíveis para a realização dos atendimentos, comparando com a quantidade de pontos que devem ser atendidos. Isso porque, para que todos os atendimentos sejam realizados, deve-se avaliar a capacidade de trabalho da equipe técnica, a quantidade de clientes que serão atendidos e quais são suas localizações. Isso ajuda a evitar que dois veículos sejam enviados a locais próximos, ou até mesmo que algum cliente deixe de ser atendido por falta de uma programação adequada.

Blog Sovis: como evitar atendimentos reincidentes?

 

2 – Entendimento do roteiro

O primeiro passo para conseguir planejar as rotas da equipe técnica adequadamente é entender qual roteiro precisa ser seguido e quais pontos serão atendidos. Feito isso, esses pontos devem ser localizados no mapa. Dessa forma, é possível avaliar qual caminho a ser percorrido é o ideal. A gestão adequada da roterização leva em consideração o trânsito, tipo da via e demais detalhes. Também considera os horários de atendimento e prazos (SLA).

Blog Sovis: descubra as vantagens da automação mobile para o time técnico!

 

3 – Avaliação do trânsito

Existem locais onde o fluxo de veículos é bem maior em determinados horários. E isso  pode comprometer seriamente a produtividade da equipe técnica. Nos casos em que as equipes possuem um tempo predeterminado para cada atendimento, o cumprimento das metas certamente é afetado quando o trânsito local não é levado em consideração no planejamento das rotas.

 

4 – Elaboração de indicadores

tablet Equipe técnica: 5 dicas para planejar corretamente roteiros e atendimentos

Com a análise dos indicadores operacionais, é possível entender melhor em quais pontos o trânsito afeta mais o desempenho da equipe técnica. Também permite verificar os custos de acordo com as distâncias percorridas e os pontos de atendimento. Outro diferencial é a possibilidade de análise do serviço de cada equipe, entre outros aspectos da rotina. Esses números, além de ajudarem na compreensão da operação, contribuem para que alguns pontos de atenção sejam identificados e para que o gestor possa tomar decisões acerca de alterações e melhorias que precisam ser realizadas.

Blog Sovis: 3 itens que indicam necessidade de automação na equipe

 

5 – Utilização de um software. Conte com a Sovis!

Dependendo do tamanho da equipe e da operação, é inviável realizar esse planejamento de forma manual. A automatização do processo diminui a incidência de erros. Também melhora os níveis de produtividade e aumenta a eficiência dos processos, aumentando também a confiabilidade.

O planejamento do roteiro de atendimento da equipe técnica é fundamental para otimizar essa operação. Com ele, o gestor pode programar todos os atendimentos previstos, otimizando a produtividade, os custos e até mesmo a quantidade de serviços realizados por período. Portanto, é uma atividade que não pode — e nem deve — ser negligenciada.

É neste ponto que o SOVIS/FV mostra sua importância. O software completo de automação de força de vendas conta com funcionalidades incríveis, como gestão de rotas! Com ele é possível gerenciar e planejar as visitas aos clientes com mais facilidade e dinamismo.

 

VEJA COMO FUNCIONA!

 

Aproveite e siga a Sovis nas redes sociais:

Facebook

LinkedIn

Deixe um comentário