Guia de boas práticas de gestão: precificação como chave para sucesso da sua empresa

Uma questão que pode trazer problemas financeiros para a empresa, caso não seja bem gerida, é a precificação de produtos ou serviços. Isso porque é muito comum que alguns custos não sejam levados em consideração na hora de determinar o preço que o produto ou serviço deve possuir.

Por isso, decidimos no post de hoje falar um pouco mais sobre a precificação de serviços e/ou produtos: como ela deve ser feita, o que deve ser levado em consideração e a sua importância para a saúde financeira da empresa. Continue acompanhando e aprenda mais!

Blog Sovis: quer otimizar a gestão de estoque? Confira 4 dicas!

 

Qual é a importância da precificação de produtos/serviços?

É através da precificação que você consegue chegar ao valor ideal para vender seus produtos. Desta forma é possível cobrir custos que envolvem a produção e estabelecer uma boa margem de lucro.

Nessa hora, é importante avaliar quais são esses custos e qual é a proporção deles em cada item. Isso significa que é necessário considerar: energia elétrica, transporte (tanto para a compra de matéria prima, quanto para a entrega dos produtos), matéria-prima, impostos, mão-de-obra, água, embalagens, entre outros. No caso de serviços, é preciso saber quais produtos são utilizados, o valor da mão-de-obra, as ferramentas necessárias, combustíveis, etc.

Se a precificação dos produtos for realizada de forma inadequada, existem dois riscos. O primeiro é o de oferecer preços muito acima do que é praticado no mercado e acabar perdendo vendas. O segundo é o de oferecer preços muito abaixo do necessário para cobrir os custos e perder margem de lucro . Neste último cenário, o que provavelmente acabará ocorrendo é a empresa operar com prejuízos.

Blog Sovis: guia de boas práticas de gestão –  como calcular a margem de lucro?

 

O que deve ser considerado na hora de fazer a composição dos preços?

ico-destinonegocio-activos-y-pasivos-istock-getty-images-849x4305-1030x1030 Guia de boas práticas de gestão: precificação como chave para sucesso da sua empresa

O primeiro ponto a ser considerado é o custo que envolve a produção do produto ou a prática do serviço. Também é necessário analisar os preços que são praticados pela concorrência (para que não se perca vendas ou então ofereça um preço muito abaixo do que é praticado no mercado e diminua a fatia do lucro), o consumidor (para avaliar o perfil do público-alvo e qual é a disposição que ele possui para pagar pelo produto/serviço) e até mesmo o valor agregado ao seu produto (uma vez que os clientes percebem quais são os benefícios oferecidos, bem como a sua qualidade).

 

Como fazer a precificação dos produtos ou serviços?

Uma forma bem simples e resumida de fazer a precificação dos produtos é estabelecida na seguinte fórmula:

Blog Sovis: guia de boas práticas de gestão – entenda diferenças essenciais entre rentabilidade e lucratividade

 

Custo total do produto + total de despesas (fixas + variáveis) + margem de lucro.

Se os custos envolvidos são de R$ 100,00, as despesas totais são de R$ 120,00 e você estabeleceu que a margem de lucro ideal é de 30%. Logo, o valor do seu produto deve ser de R$ 286,00.

É claro que existem outras formas de realizar a precificação dos seus serviços ou produtos. Em alguns casos, devem ser levados alguns fatores em consideração na hora de estabelecer os preços. Por exemplo, a condição do mercado, o diferencial oferecido e até mesmo a avaliação dos clientes. Entretanto, esperamos que com esse artigo a questão da precificação tenha ficado mais clara.

 

Tecnologia Sovis ao lado do seu negócio.

A Sovis é uma empresa especializada em softwares de automação de força de vendas, emissão e gerenciamento de ordens de serviço, automação de vendas assistidas e muito mais. São soluções incríveis e que podem ser personalizadas para atender as necessidades da sua empresa.

Quer saber mais detalhes?

 

 

Aproveite e siga a Sovis nas redes sociais:

Facebook

LinkedIn

Deixe um comentário