Guia de boas práticas de gestão: diferenças entre rentabilidade e lucratividade

É importante que o gestor conheça os termos contábeis e financeiros do seu negócio. E isso, não somente para leitura, mas também para que tome melhores decisões. O que fazer diante dos cenários que surgem à sua vista? A empresa está no caminho certo? É nesse contexto que, muitas vezes, algumas ideias se confundem, como é o caso dos termos rentabilidade e lucratividade.

Apesar de serem indicadores que estão basicamente ligados, não se tratam da mesma coisa. E não é incomum vermos empreendedores falando da lucratividade de sua empresa, quando na verdade estão se referindo à rentabilidade. Ou vice-versa. Que tal entender de vez as diferenças que existem entre os dois conceitos? Acompanhe no post de hoje!

Blog Sovis: como calcular a margem de lucro?

 

Rentabilidade e lucratividade: o que é lucratividade?

Lucratividade, obviamente, deriva da palavra lucro. Corresponde aos ganhos obtidos em qualquer investimento após a subtração das despesas relativas ao negócio.

O lucro, então, será visualizado através da subtração das receitas pelas deduções fiscais e tributárias. Também devem ser considerados custos e demais despesas do negócio. Quando comparamos rentabilidade e lucratividade, a lucratividade é o que indica, percentualmente, se o negócio se justifica. Ou seja, se o que entra de recursos na empresa é suficiente para pagar obrigações e gerar lucro.

 

O que é rentabilidade?

comissao Guia de boas práticas de gestão: diferenças entre rentabilidade e lucratividade

Palavra deriva de “renda”. É o saldo referente ao montante que fica após descontados os dispêndios realizados para sua obtenção. A rentabilidade vai dizer ao gestor se valeu a pena investir seu capital naquele negócio. Importante neste momento é considerar suas expectativas de retorno do investimento, manifestando quanto ele rendeu.

 

Como calcular a lucratividade

Este é um indicador percentual, que vai levar em conta o ganho obtido pela empresa sobre as vendas. Sua fórmula básica é a seguinte: lucratividade = (lucro líquido / receita bruta) x 100. Além deste indicador, existem outras métricas auxiliares de lucratividade:

  • Margem Bruta (Lucro ou Prejuízo Bruto / Faturamento Líquido)
  • Margem Operacional (Lucro ou Prejuízo Operacional / Faturamento Líquido)
  • Margem Líquida (Lucro ou Prejuízo Líquido / Faturamento Líquido)

 

Como calcular a rentabilidade

A rentabilidade mostra a relação entre o lucro líquido da empresa e o investimento inicial. No caso, sua fórmula simples é a seguinte: rentabilidade = (lucro líquido / investimento total) x 100. Outros índices ajudam a perceber melhor a rentabilidade do negócio:

  • Retorno sobre o Ativo (Lucro ou Prejuízo Líquido / Ativo Total)
  • Retorno sobre o Capital Próprio (Lucro ou Prejuízo Operacional / Patrimônio Líquido)

 

A partir de tais observações é possível alegar que a lucratividade exprime os ganhos imediatos do negócio, ao longo de um período. Já a rentabilidade demonstra o retorno sobre o investimento que o gestor (ou dono da empresa) realizou em um longo prazo. A lucratividade é essencial para entender se vale a pena investir no negócio, enquanto a rentabilidade vai dar uma visão de tempo de retorno dos investimentos.

Blog Sovis: conheça a ferramenta em vendas chamada mobile

 

Impulsione sua rentabilidade e lucratividade com a Sovis!

Não é segredo para ninguém que a tecnologia é uma aliada para quem procura rentabilidade e lucratividade. A Sovis sabe muito bem disso e apresenta aqui mais sobre os seus softwares de sucesso no mercado. Escolha abaixo o produto e clique para conhecer mais detalhes e solicitar demonstração hoje mesmo!

 

 

Aproveite e siga a Sovis nas redes sociais:

Facebook

LinkedIn

Deixe um comentário