Terceirização ou desenvolver internamente: qual o melhor caminho?

Um dos grandes sucessos de uma empresa no mercado é o controle de custos. E isso envolve a escolha entre processos de terceirização ou desenvolvimento interno de produtos, por exemplo. São dois caminhos diferentes e que impactam diretamente nas realidades financeira e operacional do negócio e, por isso, é uma escolha que deve ser tomada com muita atenção aos detalhes.

A transformação do mercado tecnológico brasileiro não se dá apenas pelo amadurecimento do consumidor. Também é resultado da forma como os gestores estão conduzindo os seus negócios. Além disso, por mais complexo que possa estar esse mercado, mais precisamente o mobile, é praticamente unânime a participação dos custos nos processos da empresa. É exatamente isso que justifica a força que a terceirização ganha a cada dia.

Devido a isso, é persistente o questionamento sobre desenvolver soluções internamente. Em outras palavras, apoiado na estrutura que a empresa possui ou terceirizar as funções/produtos? E é esse o assunto do post de hoje! Entenda qual é o melhor caminho que a sua empresa deve seguir!

Blog Sovis: 10 motivos definitivos para você automatizar as vendas AGORA

 

Redução do custo com terceirização ou internamente?

Quando pensamos em terceirização ou desenvolvimento interno de soluções ou produtos, você como gestor deve se questionar a respeito do que sua equipe pode desenvolver. Por exemplo, seu time de colaboradores é especializado em tecnologia ou precisará contratar uma empresa para criar um aplicativo ou site? Ao terceirizar você garante um serviço customizado e desenvolvido por pessoas que realmente entendem do assunto.

Sendo o custo o principal pilar para o progresso de uma organização, todas as etapas de desenvolvimento devem ser bem calculadas. No ambiente mobile, isso se apresenta com mais clareza. A estrutura da empresa é que irá indicar qual caminho seguir, isto é, se surgir a necessidade de obter o desenvolvimento de uma equipe, a demanda e/ou contrato deve justificar esse investimento.

Afinal, além da equipe, deve ser fomentada uma boa estrutura para o trabalho. Isso inclui sistema de informática, hardware, energia elétrica e equipe especialista para dar suporte ao cliente. Também devemos levar em conta que toda solução desenvolvida posteriormente gera manutenções e customizações solicitadas pelo cliente. Isso pode gerar uma dor de cabeça a mais.

Por isso, ao incluir os custos no processo, toda e qualquer decisão tomada exigirá uma abrangência de análise. Lembre-se que é importante contar com os recursos necessários para desenvolver um produto interno. Isso também exige mão-de-obra capacitada e muito empenho do gestor.

 

Qualidade

Outro ponto que deve ser reforçado é a qualidade do produto que será criado. Ao optar pela terceirização, o gestor deve ter em mente se a qualidade do que está sendo feito seguirá alta. Porém, caso o fornecedor seja uma empresa especializada, bem alinhada com os propósitos do seu negócio, a terceirização se coloca como uma escolha prática e eficiente. Além disso, a relação custo-benefício será bem mais interessante.

Analisemos juntos, por exemplo, empresas que desenvolvem software de gestão. Estas empresas, atualmente estão com suas equipes de desenvolvimento focadas e com praticamente: 40% de seu tempo desenvolvendo e ajustando seus processos para atender as legislações brasileiras, que mudam constantemente, com novas versões de NFE, SPED e demais. Outros 40% do tempo são utilizados para atender customizações solicitadas pela carteira de clientes. 20% do tempo restante, a equipe foca, normalmente, para a criação de novos processos, buscando a inovação do software de gestão para não ficar desatualizado perante o mercado.

Imagine agora, ter que direcionar sua equipe atual para buscar conhecimento em desenvolver software mobile? Buscar conhecimento em um mundo que é totalmente diferente do costumeiro que a equipe atua. É praticamente um tiro no escuro, por isso é interessante buscar um parceiro que possua core business em mobilidade corporativa. Além disso, é importante que esta empresa esteja alinhada com a estratégia de seu negócio.

Blog Sovis: como a geolocalização ajuda no controle de sua equipe de vendas?

 

Estrutura

A terceirização se apresenta como uma excelente opção quando a empresa contratada possui grande know-how. Uma empresa especializada conta com bons profissionais, modernas tecnologias disponíveis, aplicativos de última geração e cumpre rigorosamente com os prazos e as características das demandas.

Muitas multinacionais norte-americanas, por exemplo, apostam na eficiência da terceirização. Isso acontece porque, apesar de projetar e comercializar o produto, dispõem de empresas parceiras capacitadas para atender as suas necessidades com qualidade e eficiência. Desta maneira, a terceirização trabalha diretamente com o processo de desenvolvimento do produto.

Como pode perceber, a terceirização deve ser sempre uma opção no radar do gestor. Muitas vezes, a produtividade que falta para determinada ação, pode estar na empresa terceirizada. Uma dica é vivenciar o mercado, rever custos e aperfeiçoar o seu planejamento. Tais características são fundamentais para ter sucesso.

 

Tecnologia em prol da produtividade

A Sovis é uma empresa especializada em softwares que garantem mais produtividade. É o caso do SOVIS/OS para emissão digital e gerenciamento online de ordens de serviço. Com este sistema é possível garantir uma melhor rotina de atendimento para as equipes em campo. Quer saber como o software pode mudar o dia a dia na sua empresa?

 

Aproveite e siga a Sovis nas redes sociais:

Facebook

LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *