5 indicadores de rentabilidade fundamentais para sua distribuidora

Indicadores de rentabilidade

Desde muito cedo, quando vamos a escola, compreendemos a avaliação escolar e as notas como forma de medir o quanto estamos aprendendo sobre determinada matéria.

As avaliações podem até ser feitas em vários formatos: provas dissertativas, múltipla escolha, avaliação oral, etc.

Existem até métodos alternativos que avaliam os alunos sem os expor a uma prova, mas que medem o desempenho e conhecimento por meio de uma fórmula que oferece respostas aos professores e às instituições sobre o desempenho da classe.

Os resultados obtidos através do cálculo são o princípio básico que possibilita entender o que realmente está acontecendo. 

Os alunos estão indo bem?

O que pode ser melhorado no método de ensino?

O conhecimento realmente está sendo fixado ou apenas decorado?

Futuramente, o atual nível de ensino vai trazer benefícios ou malefícios para a instituição?

Dezenas de questionamentos podem ser feitos. Da mesma foram, dezenas de respostas podem ser encontradas a partir dessas fórmulas de avaliação que oferecem indicativos.

Uma prática que também faz parte da rotina dos empresários. Ou ao menos, deveria fazer, já que existem muitos locais que não dão atenção pra isso.

Não dar atenção aos indicadores de uma distribuidora é mais do que otimismo da parte dos gestores, é um risco desnecessário e irresponsável que coloca a saúde de muitos negócios à mercê da sorte.

Por isso, hoje nós vamos te ensinar o que são os indicadores de rentabilidade, quais você deve conhecer e como identificar cada um deles aí na sua distribuidora.

Esse conteúdo é importante não só para gestores, mas para o financeiro, contadores e demais profissionais envolvidos com os números do seu negócio. 

Então certifique-se que esse artigo chegue até eles também para que vocês façam um trabalho conjunto.

O que são indicadores de rentabilidade? Conceito e porquê usar na sua distribuidora

Os indicadores de rentabilidade são cálculos que mostram qual o retorno que uma empresa gera. Apesar do lucro ser muito importante e ser um dos índices de rentabilidade, ele não é tudo. 

A rentabilidade pode ser em relação aos ativos, ao investimento financeiro ou ao patrimônio líquido, por exemplo. 

Por meio das métricas, o empresário também pode entender o quanto ele vendeu em determinado período, o quanto ele está devendo para credores, qual o custo total do estoque, entre outras coisas.

É possível medir a rentabilidade de diversos setores. E dentre todas essas possibilidades, uma coisa é certa: os indicadores de rentabilidade não devem ser analisados individualmente.

Não importa o tamanho da sua distribuidora, por meio dos indicadores de rentabilidade será possível entender o que está realmente acontecendo no seu negócio.

Rentabilidade x lucratividade
A rentabilidade indica quanto a empresa está tá dando de retorno em relação ao valor que os sócios investiram no negócio.

Já a lucratividade é o valor sobre as receitas e as despesas adquiridas pela empresa em um determinado período.

Conheça os indicadores de rentabilidade e as fórmulas para medir

Retorno sobre o ativo

O Retorno sobre o ativo, que você pode encontrar por aí como ROA (Return on Assets), indica a capacidade da empresa em gerar retorno a partir dos ativos que ela possui, independente da origem.

Estoque, equipamentos, ações, entre outras coisas. Dessa forma, esse indicativo revela a capacidade e eficiência da gestão em gerar lucro a partir deles ou não.

Os valores podem até mesmo ser comparados em vários períodos, a fim de identificar aceleração ou desaceleração de acordo com as estratégias.

COMO CALCULAR?
(Lucro operacional / Ativos totais) x 100

Índice de margem operacional e líquida

Este é um indicador super importante para distribuidoras, pois indica o que a empresa ganha ao vender seus produtos. O índice de margem pode ser medido de duas formas: relacionado à margem operacional ou à margem líquida.

Na margem operacional, despesas financeiras como tributação e outras obrigações não são consideradas. Dessa forma, mede-se o lucro gerado pela venda de cada unidade de produto vendida aí do seu estoque.

COMO CALCULAR?
(Lucro operacional / Receita líquida das vendas) x 100

Agora, para calcular o índice de margem líquida é preciso deduzir as despesas, para enfim, chegar ao lucro gerado.

Este índice é importante porque é ele quem acaba determinando se a empresa é realmente lucrativa e rentável.

COMO CALCULAR?
(Lucro líquido / Receita total) x 100

Ebitda

Este é um dos índices mais usados, pois demonstra qual é a verdadeira realidade financeira da empresa. Com ele, pode-se visualizar quanto a empresa está gerando com as atividades operacionais, sem incluir os investimentos financeiros, empréstimos e impostos.

A sigla Ebitda vem do inglês, e em tradução significa Lucro antes dos impostos, Juros, Amortizações e Depreciações.

Por este motivo, Ebitda é um indicativo bastante interessante para analisar a competitividade da sua distribuidora.

COMO CALCULAR?
Lucro operacional líquido + Depreciações + Amortizações

Índice de endividamento geral

Esse indicador fornece informações importantes para sua distribuidora, como por exemplo, permite saber se a empresa tem riscos que causam grandes impactos no fluxo de caixa.

O índice de endividamento funciona de maneira diferente de acordo com cada negócio e por isso, reforçamos como é importante associá-lo com o resultado de outras métricas.

Quer um exemplo?

Existem muitas empresas em que, devido ao setor em que elas atuam, se torna mais conveniente alugar em vez de comprar um equipamento imprescindível para o trabalho.

Esse tipo de situação faz com que uma empresa acabe se endividando mais que outra. É por meio do índice de endividamento que a empresa vai conseguir analisar, juntamente com outro índices, qual é o limite seguro de endividamento.

COMO CALCULAR?
(Capital de terceiros / Ativos totais) x 100

Retorno sobre patrimônio líquido

O último, mas nem de longe o menos importante. O retorno sobre patrimônio líquido é um índice que não pode ser ignorado, pois ao longo dos anos se ele permanecer muito estável, pode indicar a estagnação da sua distribuidora.

Isso porque o Retorno sobre patrimônio líquido, que você pode encontrar como ROE, revela o quanto de lucro a empresa gera a partir do dinheiro investido pelos acionistas, demonstrando enfim, a rentabilidade da empresa.

Além disso, ele também é útil para comparar a rentabilidade de uma empresa com as concorrentes do mesmo setor.

COMO CALCULAR?
(Lucro líquido / Patrimônio líquido) x 100

O que concluímos sobre os indicadores de rentabilidade?

Os indicadores de rentabilidade tem a importante função de indicar se a sua distribuidora está trazendo retornos atrativos.

Se não está, oferece também a oportunidade de criar novas estratégias, seja para aumentar as vendas ou a margem de ganho, por exemplo.

Calcular estes índices, acima de tudo, vai possibilitar que você tome decisões com inteligência.

Quando o assunto é gestão, sabemos que nem mesmo os mais completos e atuais softwares são capazes de salvar ou conduzir uma empresa sozinhos.

Por isso, reforçamos neste artigo a importância de empresários e gestores também se manterem atentos aos dados ‘escondidos’ por trás de movimentações e operações que parecem tão corriqueiras.

Se este conteúdo te ajudou e você acredita que pode auxiliar mais profissionais e empreendedores em sua rotinas, passe adiante!

Até mais!