Como aumentar a margem de lucro da sua distribuidora

Como aumentar a margem de lucro da sua distribuidora

Você nunca tem certeza se a margem de lucro da sua distribuidora está correta? Essa prática tem muitos mitos e grandes verdades, por isso selecionamos algumas dicas para você ser preciso e acertar em cheio na hora de fazer essa conta.

Entenda o que é a margem de lucro

Margem de lucro é a porcentagem acrescentada ao custo total do valor de um produto ou serviço. Ele compõe o preço final de venda e revela o quanto um estabelecimento comercial está lucrando.

Essa é uma das métricas mais importantes para qualquer negócio.

Isso porque calcular com precisão a margem de lucro de uma distribuidora pode levar o negócio do fracasso ao sucesso, ou vice-versa.

Qual a importância da margem de lucro para sua distribuidora

Se você está pensando em montar uma distribuidora, tem uma pequena distribuidora ou administra uma grande corporação precisa saber que: nesse ramo acertar esse cálculo é garantia de contas no verde e, melhor ainda, melhores resultados em menos tempo.

Calcular a margem de lucro envolve um cálculo detalhado de custos, adicionado ao valor da margem na formação do preço final de venda.

Parece simples, mas tem muita empresa por aí com preços que mal cobrem seus custos. E você vai entender por que isso acontece mais adiante.

Como se divide a margem de lucro?

Resumidamente, lucro nada mais é que a diferença entre o faturamento obtido com as vendas e os custos.

A fórmula para calcular é básica:

Lucro bruto = Receitas totais – custos

Mas na prática há muito o que considerar e que torna essa matemática bem mais complexa.

Antes de avançar, cheque se é assim que você divide a margem de lucro da sua distribuidora:

  • Custo: inclui todos os valores investidos na produção e compra do produto ou realização de um serviço.
  • Preço de venda: o ideal é encontrar um equilíbrio entre o custo e quanto o consumidor está disposto a pagar para calcular a margem de lucro das distribuidoras.
  • Lucro: esse é o percentual que sobra da transação, a margem de retorno positivo do investimento.

Como calcular a margem de lucro da sua distribuidora?

Reduza do preço de venda todos os custos da compra ou produção do produto (custos fixos e os variáveis). Com esse valor em mãos, divida o resultado pelo preço de vendas para saber sua margem de lucro.

Se o resultado for negativo, isso significa prejuízo!

Agora, antes de fazer essa conta, responda essa questão: você está tendo rentabilidade real ou não?

Se você não sabe, comece descobrindo essa informação. Se você não está, muita atenção a partir de agora!

Para atingir uma margem de lucro boa e competitiva inicie levantando todas as informações sobre o seu produto ou serviço, por exemplo:

  • Quanto pagou por cada produto?
  • Quanto pagou de impostos?
  • Quanto gasta com salários?
  • Quanto custa a manutenção do espaço?

Relacionando esses e outros dados, chegou a hora de traçar sua margem de lucro bruta e líquida. Antes vamos resumir a diferença entre cada uma:

Margem de lucro bruta

Essa é a margem de lucro da sua distribuidora depois de pagar todos os custos relacionados à venda de um produto, incluindo estoque e logística.

É por meio dessa fórmula que você descobre essa margem: receita – valor gasto com os produtos.

Digamos que você vai abrir uma distribuidora de bebidas, por exemplo:

Um cliente precisou de uma carga de Coca-Cola para entregar na cidade vizinha e esse serviço custa R$ 1.500.

Agora digamos que o seu gasto é de R$ 950 incluindo aquisição do produto, mão de obra, transporte, entre outros.

Aplicando a fórmula, quer dizer que o seu lucro bruto é de R$ 550.

Margem de lucro líquida

A diferença neste caso é que para calcular esse tipo de margem de lucro de uma distribuidora, além de considerar gastos daquela operação, é necessário incluir nessa conta custos como impostos sobre faturamento, aluguel, despesas administrativas, tributação e encargos sobre folha, luz, água, internet, entre outros.

Só assim você descobre o que realmente vai sobrar no caixa.

Voltamos novamente ao exemplo do empreendedor que vai abrir uma distribuidora de bebidas. Para descobrir a margem líquida, o resultado é obtido por meio do valor do lucro líquido após os impostos, dividido pela receita total e multiplicado por 100.

  • Receita total: R$ 40.000
  • Custos de execução: R$ 20.000
  • Impostos: R$ 5.000
  • Despesas fixas e variáveis: R$ 10.000
  • Lucro líquido: R$ 40.000 – R$ 20.000 – R$ 5.000 – R$ 10.000 = R$ 5.000
  • Margem de lucro líquido: R$ 5.000/R$ 40.000 = 0,125 x 100 = 12,5%

A margem de lucro da distribuidora não está como você gostaria?

Como aumentar a margem de lucro da sua distribuidora

Agora, se mesmo fazendo a conta certa ainda assim você acha a margem de lucro da sua distribuidora não está satisfatória, antes de traçar outras estratégias, realize uma conferência completa nos custos para enxugar despesas.

Nesse momento é hora de rever fornecedores, substituir itens por mais econômicos (mas tão bom quantos os que você vende), entre outras ações.

Para ajudar compartilhamos algumas dicas que prometem melhorar a margem de lucros de uma distribuidora:

9 dicas para você aumentar a margem de lucros da distribuidora

Separamos dicas interessantes que vão ajudar a margem de lucro da sua distribuidora ser positiva:

1. Pesquisar e firmar parceria com bons fornecedores

Como aumentar a margem de lucro da sua distribuidora

Produtos de qualidade, preço bom e novidades são o que todo distribuidor quer, não?

Atualmente tudo é acessível, de qualquer lugar do mundo, então é preciso ser competitivo.

Estabeleça como tarefa a busca constante de fornecedores de confiança. Garimpe no mercado da sua cidade, utilize a internet, experimente novos produtos e renegocie os preços com os seus atuais fornecedores.

Você, como distribuidora, pode se surpreender com os resultados.

2. Diminua o tempo entre o pedido e a entrega

Como aumentar a margem de lucro da sua distribuidora

Quase sempre ser ágil é o necessário para aumentar a margem de lucro das distribuidoras.

Agilidade tem a ver com tempo de resposta ao cliente, desde o pedido até a entrega. Isso pode impactar nos custos e garantir uma margem de lucro mais significativa para quem tem um pequeno negócio ou está pensando em montar uma distribuidora.

Para ser rápido tenha um bom fornecedor, assim dificilmente vai deixar clientes na mão.

A gestão de estoque pode te ajudar (e muito) nisso e com um sistema de força de vendas tudo fica mais fácil. Ainda mais se sua distribuidora está com pouca rentabilidade e uma margem de lucro baixa nos produtos oferecidos.

3. Invista em divulgação para atrair mais público para sua distribuidora

Não importa se você tem pouco dinheiro para investir. Marketing atrai os clientes certos e agrega valor à marca, além de posicionar a sua empresa como referência nesse ramo.

O resultado disso vai trazer mais lucro, não tenha dúvida.

4. Otimize os processos internos e de venda

Essa é outra constante para qualquer negócio.

Aqui a tarefa é manter um monitoramento perene dos gaps de produtividade. Ou seja, descobrir o que está consumindo mais energia e, consequentemente, rentabilidade do seu negócio.

A lógica é simples: quanto mais gastos menor é a margem de lucro de uma distribuidora. Ao rever e otimizar processos, a tendência é oferecer produtos com custos menores, porém mais qualidade.

O aumento ou a redução da margem de lucro das distribuidoras tem tudo a ver com uma boa gestão de equipe de vendas que, por sua vez, são afetados por três grandes situações:

  1. Não sei onde meus vendedores estão no dia a dia.
  2. Não estou conseguindo atingir as metas ao longo dos meses.
  3. Não consigo positivar a carteira de cliente mensalmente.

Se você vive um desses cenários então a dica 9, em especial, pode ajudar você a reverter isso.

5. Desenvolva uma política de redução de custos

Para otimizar processos internos não tem como escapar dessa prática.

Criar uma política de redução de custos alinha e guia o trabalho do máximo da equipe, desde as equipes de venda, gerentes comerciais, de TI até vendedores.

Comece pelo básico, como conta de água, luz ou suprimentos do dia a dia.

6. Tenha um gerenciamento de estoque eficaz

Como aumentar a margem de lucro da sua distribuidora

Produto parado no estoque é igual a prejuízo. E falta de produtos também, porque o cliente não vai pensar duas vezes em procurar o seu concorrente.

Essas são duas situações que influenciam diretamente os gastos e a margem de lucro da sua distribuidora.

Mas a gente sabe que gerenciar o estoque não é uma tarefa simples, principalmente se for controlado manualmente, sem estratégia alguma.

Estoque precisa ser monitorado e administrado de forma inteligente. Isso possibilita uma rotatividade saudável, evita o sucateamento de produtos e, principalmente, garante que você vai ter o suficiente para não deixar clientes na mão.

Para melhorar a margem de lucro da sua distribuidora, pense bem em deixar suas planilhas de lado!

Uma opção viável é apostar em um sistema de gestão que propicie o controle de estoque para equilibrar com perfeição o estoque e forneça informações úteis para identificar novas oportunidades de negócio.

Como aumentar a margem de lucro da sua distribuidora

7. Priorize os produtos conforme a margem de lucro

Para explicar melhor esse item, vamos resgatar o exemplo do empreendedor que quer abrir uma distribuidora de bebidas. Imagine que ele vende cerveja Itaipava e Skol, mas tira maior margem de lucro com a marca Itaipava.

Venda mais essa marca e foque sua atenção em outros produtos que fornecem maior margem de lucro. Mas como?

Exponha mais essa marca em materiais de divulgação e realize promoções com condições especiais para quem comprar a marca em questão.

Falando em soluções para distribuidoras, um bom sistema de gestão também atende sua distribuidora nesse item. O SOVIS/FV, por exemplo, emite relatórios rápidos sobre qual produto tem margem melhor.

Já pensou em tudo o que você pode fazer com essas informações estratégicas?

8. Melhore a logística da sua distribuidora e reduza despesas com transporte

Ter uma estratégia de logística certeira pode trazer mais resultados do que você imagina para sua distribuidora.

Você sabia que cerca de 60% das despesas logísticas de uma empresa são empregadas no transporte de mercadorias?

Isso significa, para alguns negócios, até três vezes o lucro da empresa.

Embora seja negligenciada por muitos empreendedores, uma boa logística de transportes pode reduzir custos ao mesmo tempo que atende às expectativas dos clientes com relação a prazos.

Além de lucrar mais, você vai deixar seu cliente satisfeito.

E ao falar sobre otimização de processos, a tecnologia também aparece como facilitadora quando se trata de transporte, principalmente para distribuidoras, atacados e indústrias se transformarem em máquinas de vendas. E é sobre isso que você vai ver a seguir.

9. Use a tecnologia a seu favor

Na sua distribuidora você tem muito retrabalho com planilhas e controles paralelos para acompanhar as métricas da equipe?

Então desapegue de sistemas antigos, abandone as anotações no papel e invista em tecnologia antes de perder espaço para a concorrência.

Não importa o tamanho da sua empresa. Hoje existem soluções customizáveis para uma pequena distribuidora até para grandes companhias.

Um sistema de gestão inteligente ajuda da emissão do pedido em campo até a chegada em seu ERP. Só assim você pode dizer que tem total controle nos processos de venda e pode realmente identificar formas de melhorar sua margem de lucro.

Com o SOVIS/FV você automatiza a força de vendas e faz a gestão de sua equipe ficar muito mais simples e eficiente. Agende uma demonstração 100% gratuita com quem entende do assunto.

E se você já testou alguma dica que ficou de fora da nossa lista, mas pode ajudar a aumentar a margem de lucro das distribuidoras, compartilha com a gente aqui nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *