Qual é a real necessidade de sua equipe de campo

Toda e qualquer empresa para sobreviver precisa estar eficiente. A maioria das empresas tem o foco no processo de gerência para monitorar os resultados, com isso pensar em maneiras para cruzar informações, criar análises e gerar estatísticas sobre oportunidades e tomar suas decisões.

Nas áreas em que atuo, vejo que o objetivo geral, pelo que me parece, está sendo atingido com dificuldades pela gestão. Parece estar sempre faltando algo para que a eficiência aconteça para valer. Ou mesmo, os profissionais podem estar em busca de algo a mais para os seus times e provocar a eficiência geral na organização.

Então, neste contexto escrevo para destacar que esse algo a mais pode estar em focalizar na real necessidade da equipe de campo. Pelo que percebo, as empresas que mais forte atuam em estabelecer um modelo de trabalho a ser realizado, começam a demonstrar melhoria em seu resultado, pois estão mais produtivas, melhor direcionadas. O direcionamento da estratégia precisa estar intrínseco no coração das pessoas.

Para apimentar esse algo a mais, vamos analisar sob duas óticas, a das equipes de vendas e a das equipes técnicas:

Equipes de Vendas: o modelo de vendas precisa seguir um processo organizado de trabalho, geralmente ele está baseado em valor ou em preço. Dependendo da tática o vendedor pode usar de recursos e ferramentas para apresentar o seu trabalho e focalizar no sucesso do seu cliente. Principalmente nas atuações de venda direta ao consumidor, em que a presença da geração de pedido automática é um passo de muita agilidade.

Equipes Técnicas: o modelo de trabalho organizado deve focalizar o tempo de atendimento, a melhor distribuição entre os chamados e os profissionais. Com isso a agilidade e a precisão facilitam que o eminente caso de atendimento ao cliente seja efetivado de maneira prevenida, eficiente dentro das necessidades deste cliente.

Mas percebam que quando eu falo de MODELO de trabalho eu estou com a visão de que trata-se de algo maior, com uma melhor definição de como atingir a performance, chegar na eficiência com produtividade para as equipes de campos.

O modelo precisa ser tratado como um artefato de grande importância pelas pessoas, pois nele está o mind-set da organização, sua estratégia, seu modelo de trabalho, pode estar aqui o ponto chave que gera o algo a mais que todos tanto procuram.

Eu estava navegando pela internet e por acaso encontrei uma palestra do Ricardo Eletro falando sobre Varejo e venda online. O cara é demais, foi muito bem aplaudido ao final, disse coisas geniais que eu concordo muito, pois em linhas gerais ele destaca a importância do modelo/mindset para as empresas, equipes e organizações focalizarem.

Vídeo Palestra Ricardo Nunes e suas técnicas de venda – Presidente da Ricardo Eletro –https://www.youtube.com/watch?v=ws88O4u-5ow

O profissional precisa estar preparado para atender ás necessidades e ao estilo do cliente.

Identificar o consumidor é uma das primeiras necessidades do profissional para entender qual é o histórico que já existe com ele. Qual abordagem realizar.

Então, definindo a real necessidade de uma equipe quando se pensa em mobilidade, quando se pensa no campo, estar em campo, é antes de tudo pensar na maneira em que os profissionais vão se aplicar/dedicar ao modelo de trabalho. Tendo o cliente na palma da mão e o modelo estratégico da empresa na cabeça é possível se alcançar patamares superiores de desempenho.

Minha conclusão final.

A realidade que estamos todos buscando é a de um verdadeiro diferencial, uma proposição de valor que agregue, que crie o diferencial da sua equipe, da empresa. Então, começar por estar preparada para atender o cliente em qualquer situação já é um bom começo. Focalizar o cliente é dar eficiência para a operação.

Até o próximo post!

Ricardo Luiz Vicari