Guia de boas práticas de gestão: como calcular a margem de lucro?

Não tem como falar em margem de lucro sem pensar diretamente no preço de produtos ou serviços. Afinal de contas, o lucro nada mais é do que o que sobra das vendas, considerando o custo das mercadorias vendidas, as despesas variáveis, as despesas fixas e os impostos. Assim, analisar de forma crítica os custos de produção e a composição do markup é essencial para que a empresa possa ter uma visão macro e, ao mesmo tempo, analítica sobre o que pode ser melhorado no preço de venda praticado.

 

Entenda corretamente o seu mark-up dentro da margem de lucro

markup é o índice aplicado sobre o custo de um produto ou serviço para identificar uma margem de lucro. Desta maneira é possível obter um preço ideal de venda.

Vale ressaltar que cada negócio tem a sua margem média de lucro. Além disso, a incidência de impostos varia em função do regime tributário de cada empresa ou atividade. Por isso, o gestor não pode ser tão rígido no ato de atribuir um preço a um produto. Ele deve observar que sempre haverá a possibilidade de o comprador estar disposto a pagar mais do que o valor que se chega com a aplicação do markup.

Assim, o preço de venda deve cobrir os custos e despesas incorridos pela venda. Também devem estar dentro dos valores que o mercado está disposto a absorver.

 

Analise quais produtos geram mais lucros para a empresa

forcadevenda Guia de boas práticas de gestão: como calcular a margem de lucro?

Diante de um mix de produtos, é interessante que o gestor analise a margem de contribuição de cada um. Assim é possível verificar quais são os produtos que mais contribuem para o lucro da empresa. Dessa forma, poderá também investir no refinamento dos custos desses itens, analisando principalmente a possibilidade de melhorias no processo produtivo que culminem na redução de tempo de fabricação, no caso das indústrias, e consequentemente no seu custo.

Importante lembrar que o produto com maior margem de contribuição não é necessariamente aquele com maior margem de lucro. Por exemplo, você pode vender um item que tem margem de contribuição de 95%, mas representatividade de 1% sobre o faturamento. Assim como um produto com margem de 35% que corresponda a 98% do faturamento.

Blog Sovis: 10 anos de inovação da Sovis

 

Fique de olho nos custos dentro da margem de lucro

Custos fixos são importantíssimos na hora de fazer o cálculo da margem de lucro. Quanto maior a produção, menor será o custo fixo unitário rateado em cada unidade. Por isso, as indústrias tendem a buscar uma produção maior sem que isso gere altos estoques. Em relação ao custo com matéria-prima ou mercadorias para revenda, uma boa negociação com fornecedores pode render um bom desconto.

Todos esses fatores em relação ao custo, e as boas práticas de gestão adotadas pelo empreendedor, influenciam diretamente na margem de lucro da empresa. Portanto, não podem ser desprezados.

E você, tem alguma dificuldade na hora de calcular a sua margem de lucro? Compartilhe com a gente as suas dúvidas e continue acompanhando o nosso Guia de boas práticas de gestão. Até a próxima!

Aproveite e siga a Sovis nas redes sociais:

Facebook

LinkedIn

Deixe um comentário